terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Eu e mais ninguém


Sinto-me diferente. Acho que é bom! Acho que estou a voltar ao normal a cada dia que passa. Às vezes o normal é mau, mas neste caso, a normalidade só me vai fazer feliz. À uns dias sentia-me pressionada por toda a gente, como se cada passo que desse fosse avaliado e criticado, se não era por uma pessoa era por outra. Mas agora não! Sinto-me livre! Livre para fazer o que eu quero, e não o que os outros esperam de mim. Não quero dizer que todas as coisas que quero fazer são boas, mas é o que neste momento me apetece fazer. Simplesmente porque quero! Quero ser eu a decidir com quem falo, com quem me dou e com quem estou, sem ter o peso na consciência de que alguém vai ficar magoado com as minhas ações. Quero fazer o que é melhor para mim, e tentar proteger-me a mim, em vez de proteger os outros.
Neste momento, quem importa sou eu!

3 comentários:

Vassileva F. disse...

''Livre para fazer o que eu quero, e não o que os outros esperam de mim.''
Não há nada melhor do que a liberdade, com certeza. Gostei do texto e me identifiquei :)

éme disse...

tenho um prémio no meu blog para ti.
beijinhos*

Li$a disse...

-.-' copiar coisas dos outros, não é bonito ok?Vai arranjar imaginação!