sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Apetecia-me estrangulá-lo, e eu sou uma pessoa calma!

Eu ia direta ao assunto, mas visto que a pessoa de quem vou falar ainda não foi aqui referida é melhor fazer uma introdução.
Esta pessoa, o R., é o meu personal stalker desde quase o inicio das aulas. É daqueles mesmo lapa e que não sabe quando está a ser inconveniente. Primeiro começou com as festinhas nos pés quando eu punha os pés na cadeira dele (ele está sentado à minha frente ao lado daquele que eu não sei se gosto). Da primeira vez até me assustei e ele disse que ou me fazia festinhas ou fazia à cadeira. Pensei que fosse doido varrido mas lá me habituei. Depois já não se contentava com os pés então passou para as pernas. Agora já vai nos joelhos e a maior parte das vezes chego a cadeira para trás. Quando não chega às minhas pernas, vira-se para trás e faz-me festinhas nas mãos ou na cara (não é querido como vocês estão a pensar, é bastante irritante!). Diz que sou fofinha, que cheiro bem, e mais um monte de disparates que não interessam a ninguém. Apesar de isto tudo até o considero um amigo e sei que se precisar de alguma coisa posso falar com ele.
Gostaram da introdução? Bonita não foi? Agora vamos ao que interessa:
5ª feira, durante a aula de Física e Química de turnos (eu sou do turno dele, da minha bf e do outro que eu não sei se gosto), estava eu na brincadeira com o que eu não sei se gosto (isto é um nome muito grande... a partir de agora vou chama-lo de V.) e vejo o R a perguntar alguma coisa ao ouvido da minha bf e ela a responder que não toda determinada e depois a continuarem a falar discretamente. Estranhei porque eles não se dão muito bem, então à hora de almoço perguntei à minha bf o que é que eles tinham falado (sim, eu sou muito curiosa) e ela disse que o R tinha perguntado se eu gostava do V e ela tinha respondido que não (como boa amiga que é). Ok, é de uma lata descomunal ele ir perguntar-lhe a ela e não falar comigo pessoalmente, mas pior foi a desculpa que ele deu para lhe ter perguntado isso! Ele disse que sempre que o V estava abraçado a (aquela pessoa que eu mais odeio e que já falei nela aqui) eu ia logo ter com o V para chamar à atenção! O quê? Ele deve mesmo ser cego! Quando eles estão os dois abraçadinhos eu nunca falo com o V, e normalmente até ignoro ou fico um bocado amuada, depois o V é que vem ter comigo! Ele é que vem ter comigo, não ao contrário! 
Fiquei-lhe com um pó! Que grande lata!
E antes de dizerem que o R gosta de mim, não gosta. Ele tem namorada e no máximo acha-me piada e isso não lhe dá o direito de dizer que eu é que quero chamar à atenção do V quando é exatamente ao contrário, nem a perguntar às minhas amigas de quem eu gosto ou deixo de gostar!

E à custa dele já fiz grande testamento...

2 comentários:

Lani disse...

Realmente poderia ter ido falar contigo.
Também acho que te acha piada :)

JustKeepSmile disse...

Acha-te piada :b